24 junho 2014

Orientador educacional.

Quem é o orientador educacional?

A coordenação pedagógica e educacional é uma assessoria permanente e continuada ao trabalho docente e da comunidade escolar. Cabe a esses profissionais assessorar teórica e tecnicamente os professores e, também buscar com esses a interdisciplinaridade, de modo que haja articulação didática entre todos, além de promover a adaptação, a integração e a harmonia entre os educandos no ambiente escolar.

Suas principais atribuições são:

a) acompanhar o educador em suas atividades de planejamento, docência e avaliação;

b) fornecer subsídios que permitam aos mesmos atualizarem-se e aperfeiçoarem-se constantemente em relação ao exercício profissional;

c) realizar reuniões, discussões e debates com a população escolar, comunidade, família no sentido de melhorar sempre mais o processo educativo;

d) estimular os professores a desenvolverem com entusiasmo suas atividades, procurando auxiliá-los na prevenção e na solução dos problemas que aparecem;

e) buscar a integração e a socialização dos educandos nas atividades escolares, auxiliando-os em suas reais necessidades;

f) promover um ambiente democrático e participativo em que a comunidade escolar terá liberdade para produzir o conhecimento, as mudanças atitudinais, procedimentais e conceituais nos educandos;

g) contribuir de forma significativa para o fortalecimento das relações interpessoais dos educandos em parceria com a família, buscando a superação das dificuldades apresentadas pelos mesmos no ambiente escolar.

Veja também o artigo: Escola segunda casa do seu filho.

O orientador educacional tem um papel de mediador, discutindo as ocorrências para buscar possíveis soluções para as dificuldades que ocorrem no ambiente escolar. Assumem papéis chaves que ajudam no desenvolvimento de todo o processo que envolve um melhor entrosamento entre família e escola, contribuindo com a formação do cidadão.

A criança aprende sempre alguma coisa através de uma fonte que serve de exemplo, sua mente é um terreno vazio onde ela poderá absorver os exemplos bons e também os ruins, ainda não sabe discernir, pois é imatura diante das situações que ocorrem ao seu redor.

Os primeiros maus hábitos aprendem em casa e depois são aperfeiçoados no ambiente escolar, não bastam boas palavras e sim bons exemplos, a escola também é responsável em contribuir com a formação desta criança.

Espero que com estas informações tenha ficado claro o quanto é importante o papel do orientador  educacional, como faz diferença quando o mesmo age da forma que possa contribuir na vida da criança e também da família.

Até breve.



Fonte: http://www.amparomaceio.com.br

Um comentário:

  1. Espero que com estas informações tenha ficado claro o quanto é importante o papel do orientador educacional, como faz diferença quando o mesmo age da forma que possa contribuir na vida da criança e também da família.

    Até breve.

    ResponderExcluir