22 dezembro 2014

Finalmente férias

As férias são momentos para relaxar e esquecer-se da correria do dia a dia, engavetar aqueles problemas que já fazem parte de sua rotina diária, pensando desta forma é bom lembrar que férias escolares sugerem escolha de atividades.

Menos pressão e horários mais flexíveis, ou seja há mais prazer em cumpri-los dessa rotina, o comportamento muda para melhor, resultando em maior concentração na maioria das vezes.

A dica é explicar para a criança que ela está de férias e por isso alguns horários irão mudar, mas quando as aulas voltarem a rotina será retomada, elabore uma rotina de férias junto com seu filho (a) para que  não fique sem fazer nada.

Realizarem atividades como ir ao parque é muito importante, pois mantém contato com outras crianças, um cineminha no meio da tarde, ir para piscina, casa da vovó, soltar pipa, desenhar e outras.

O importante é se divertir, todas essas atividades são prazerosas, mas para os pais de crianças hiperativas, a energia e muita paciência precisam fazer parte desta rotina, pois muitas das vezes essas atividades acabam estressantes para todos.


Impulsividade significa dificuldade com autocontrole, prejuízos, a si mesmo e aos outros, são consequência de não parar para pensar. A impulsividade é um dos sintomas comuns ao TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção / Hiperatividade, que é também denominado TDAHI, pela referência à impulsividade.
 
Antes de sair de casa você ou seu esposo (a), pode chamar a criança para uma conversa, falar onde vocês irão e explicar como quer que ela se comporte, olhar nos olhos quando falar.

Uma outra dica é pedir para ela repetir o que entendeu da conversa, os pais precisam estar em contato com o profissional que atende o seu (a) filho (a), informando sobre o seu comportamento, as dificuldades, para que juntos possam decidir o uso da medicação ou não neste período.

Veja também: TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) ou DDA ( Distúrbio do Déficit de Atenção ).


Boas Férias e muita diversão.

0 comentários:

Postar um comentário