08 maio 2015

Como a criança com TDAH se sente.

O TDAH é um transtorno que afeta a criança negativamente, aqui vamos citar apenas nas crianças, elas são vulneráveis a baixa auto-estima do que as outras.

As crianças com TDAH não conseguem esconder que tem o transtorno, na escola, parque, no futebol e na convivência em geral, a impulsividade a denuncia rapidamente, seu comportamento é reconhecido como 
inconveniente, expondo-a a em situações difíceis.
As respostas vindas do meio em que ela vive (família, colegas da escola, professores, etc...), frequentemente são de críticas, repressão, descrédito ou chacota.

O feedback negativo que recebem, contribuem severamente para que sintam como se estivessem errados o tempo todo, sentem-se incapazes de realizarem qualquer coisa de forma certa.

O TDAH não causa simpatia ao contrário de outros distúrbios, enquanto uma criança deprimida é tratada com carinho e mais paciência, a com TDAH tende gerar irritação e impaciência naqueles que estão ao seu redor. A criança ouve por todos os lados e o tempo todo: "Pare de mexer","Pare de falar", "Você é preguiçosa","Não presta a atenção por que não quer", etc..

A criança sente que ninguém gosta dela por ela ser do jeito que é, as outras crianças fazem chacota, os professores não a aceitam, sempre está indo para sala do diretor, tira notas baixas. A própria criança começa a se sentir inútil  e também passa a não se aceitar.

Quanto mais atividades e experiências a criança tiver, onde possa se sentir bem com ela mesma, maior será seu potencial de desenvolvimento. 

Como muitas crianças com TDAH se inibem facilmente, por medo de errar, e se privam de novas experiências, particularmente aquelas que envolvem potencial para o fracasso ou rejeição social, certifique-se de criar experiências simples que ofereçam uma chance altíssima de sucesso. 


Boa sorte estamos juntas nesta jornada.
Até a próxima.


0 comentários:

Postar um comentário