18 janeiro 2016

Avaliação neuropsicológica

 O que é a avaliação neuropsicológica?

A avaliação neuropsicológica consiste em avaliar diferentes funções cognitivas como: atenção, concentração, as memórias visual e verbal, a capacidade de cálculo, planejamento, capacidade de abstração, habilidades viso-perceptivas, linguagem (compreensão e expressão orais, leitura, escrita), inteligência, e várias outras. 

São avaliados também, comportamentos fora dos padrões escolares ou familiares. estas avaliações são feitas com testes e procedimentos padronizados que permitem quantificar o desempenho, fornecendo dados objetivos que comparam o indivíduo com outros da mesma faixa etária e escolaridade. 

A avaliação neuropsicológica permite determinar quais problemas estão causando as dificuldades e sugerir qual o melhor tratamento. Da mesma forma, o desempenho também pode ser prejudicado por comportamentos diferenciados para aquela escolaridade ou faixa etária ou por uma agitação excessiva. nestes casos, também serão feitas a avaliação emocional e da personalidade da criança.

Objetivo:

Nos casos de algumas dificuldades, o exame permitirá avaliar quais funções estão preservadas e quais estão comprometidas, fornecendo um perfil do indivíduo. poderá ser realizada em alguns casos a reabilitação cognitiva e em outros a criança deverá ser encaminhada a outro profissional mais indicado para tratar daquela deficiência encontrada.

Será feito o fornecimento de informações e orientações aos pais e professores para que estes saibam ajudar adequadamente no melhor tratamento indicado.

A equipe escolar também será auxiliada para melhor compreender os distúrbios encontrados para atuarem de forma eficaz frente aos problemas escolares relacionados aos transtornos.

Quando a avaliação neuropsicólogica é recomendada?

A avaliação neuropsicológica é recomendada em qualquer caso onde exista suspeita de uma dificuldade cognitiva de origem neurológica ou comportamental.

O que é reabilitação neuropscológica ou cognitiva?

A reabilitação cognitiva estabelece estratégias para adaptar funções cognitivas afetadas, promovendo o melhor aproveitamento das capacidades preservadas, desenvolvendo o uso de estratégias compensatórias e aquisição de novas habilidades dando ao indivíduo uma melhor qualidade de vida em todas as suas atividades.

Todos estes artigos são apenas informativos, por favor procurar um profissional para uma orientação melhor.


Conheça outros profissionais que podem ajudar crianças com tdah:

0 comentários:

Postar um comentário